Boa noite! Quinta, 18/Jul./2024

Governo Caio Aoqui vai gastar mais de 1 milhão de reais em 3 meses com despesas de coleta de lixo

Quinta, 14 de Set. de 2023
Fonte: Redação Mais Tupã!

Que a coleta de lixo em Tupã tem se tornado um problema desde a gestão Ricardo Raymundo e Caio Aoqui é de conhecimento da população. 
Primeiramente o Aterro Sanitário de Tupã teve sua vida útil encurtada devido a ineficiência da Gestão Ricardo Raymundo. Já sob o comando de Caio Aoqui a cidade de Tupã passou a “exportar” o seu lixo para um aterro sanitário particular da empresa Monte Azul, localizado em Quatá. 
Somente em 2023 a Prefeitura de Tupã já pagou R$ 3.352.708,93 para que o lixo orgânico da cidade e dos distritos fosse levado pela empresa Monte Azul. 
Ainda sobre a coleta de lixo, os caminhões compactadores que víamos pelas ruas da cidade também eram locados, da empresa Fóssil Limpeza Urbana, sendo pago pouco mais de 12 mil reais por mês para cada um dos 3 caminhões locados, totalizando no mês de janeiro de 2023 R$36.252,39 (como pode-se ver no empenho abaixo).
Por uma série de problemas com a prestadora de serviços a Prefeitura de Tupã rompeu o contrato e vai firmar um novo contrato com a empresa Conservita Empreendimentos E Serviços Ambientais Ltda.
O contrato com a Conservita foi feito de forma emergencial, por um contrato de 3 meses deve ser pago R$ 1.017.000,00 conforme consta em edição extraordinária do Diário Oficial Eletrônico da Prefeitura de Tupã. 
De acordo com a publicação serão disponibilizados 4 caminhões com motorista pelo período de 3 meses, e a administração do transbordo, como consta no extrado do DOE abaixo.
Fazendo uma simples operação matemática chegamos ao valor de R$84,750 por caminhão a cada mês, um valor muito mais alto do que os 12 mil reais em média para a empresa Fóssil. 
Todos os dados apresentados na matéria estão no Portal da Transparência da Prefeitura de Tupã e no Diário Oficial Eletrônico da Prefeitura de Tupã.

LEIA TAMBÉM