Boa noite! Segunda, 22/Abr./2024

Amauri Mortágua vai integrar Grupo de Trabalho Interministerial

Segunda, 22 de Mai. de 2023
Fonte: Assessoria

O líder sindical tupãense Amauri Mortágua teve seu nome confirmado nesta sexta (19) para integrar a seleta equipe que o Governo Federal está montando com o objetivo de reestruturar as relações trabalhistas e valorizar as negociações coletivas no país. 

Criado através de decreto presidencial, o Grupo de Trabalho Interministerial, atuará no âmbito do Ministério do Trabalho e Emprego para tratar sobre a democratização das relações do trabalho e fortalecer o diálogo entre o governo, trabalhadores e empregadores. 

O grupo será tripartite composto por 36 membros titulares e igual número de suplentes. Os integrantes são indicados pelo Governo Federal (Ministérios do Trabalho, Fazenda, Agricultura e Pecuária, Desenvolvimento, Indústria e Comércio e Serviços, Previdência Social, Direitos Humanos, AGU e Casa Civil da Presidência), representantes das Centrais Sindicais (CUT, CGT, FS, CTB, UGT e CSB) e das Confederações patronais (CNA, CNI, CNC, CNF, CNT e CNTUR).

Reconhecido pela maneira dinâmica como atua e pela experiência que acumula na área, com participações, inclusive em eventos de alcance nacional e internacional (saiba mais abaixo), Mortágua vai integrar a equipe como representante dos trabalhadores. Com a nomeação, o tupãense toma assento junto a um grupo de altos especialistas, que vai debater e definir um tema que tem grande impacto econômico e social.

“A nosso ver, a iniciativa é louvável sendo necessária uma ampla e democrática discussão sobre a reestruturação das relações de trabalho e da modernização e atualização da representação sindical e valorização das negociações coletivas”, avaliou Mortágua, lembrando que, em governos anteriores já houve iniciativas semelhantes, com muitas reuniões e pouco resultado prático. “Esperamos que dessa vez os objetivos propostos no decreto sejam alcançados e que tenhamos de fato reformas que aperfeiçoem as relações trabalhistas, fortaleçam a representação sindical e valorizem as negociações coletivas”, acrescentou.
A primeira reunião está agendada para o dia 23 de maio, na Esplanada dos Ministérios em Brasília. “É uma oportunidade única para se incrementar as relações de trabalho de maneira efetiva. Temos a chance de estabelecer uma legislação que seja justa para todas as partes e que garanta o desenvolvimento que todos queremos para o nosso país”, concluiu o líder sindical tupãense.

Biografia de peso

Entre todas as funções que desempenhou profissionalmente, Amauri Mortágua lembra com orgulho dos 10 anos nos quais lecionou na rede de ensino do Estado, período em que ajudou a formar gerações de profissionais que hoje se destacam no mercado.

Mas foi no Direito que encontro sua verdadeira vocação. O caráter combativo e a sólida história que escreveu fazem dele figura de destaque, tanto no cenário regional, quando estadual, nacional e internacional. Ainda na década de 1980, ganhou reconhecimento por criar o primeiro escritório de advocacia trabalhista no município que, conceituado, ampliou sua atuação por todo estado de São Paulo e estados vizinhos, sendo até hoje referência no setor.

Neste ramo de atuação jurídica, ao longo de 40 anos participou de cursos de pós-graduação, extensão universitária, seminários, encontros, debates e eventos sobre Direito do Trabalho, Sindical, Previdenciário e Administrativo, que lhe conferiram incontáveis láureas e títulos.
Representou diversas categorias profissionais, na defesa de interesses coletivos e individuais, destacando-se comerciários, bancários, metalúrgicos, movimentadores de mercadorias, construção civil, mobiliário e aposentados.

Foi vereador por diversos mandatos intermitentes, totalizando 26 anos na Câmara Municipal de Tupã. Durante a tramitação do processo de reforma previdenciária, foi o vereador escolhido para representar as Câmaras Municipais do país, em debate no Senado Federal.

Foi nomeado e mantido, por três administrações estaduais, no cargo de Diretor do Escritório Regional de Governo de Tupã. Exerceu também, o cargo de Diretor Regional da Secretaria do Trabalho e, eventualmente, Diretor Regional do Trabalho da região administrativa de Marília.

Participou, representando entidades brasileiras, de diversos eventos internacionais, realizados em vários países, com destaque para a participação notável que teve na delegação brasileira da 102ª Conferência Internacional do Trabalho, da OIT, que aconteceu em Genebra, na Suíça.

Atualmente, é presidente do Sincomerciários de Tupã, 1º secretário da Federação dos Comerciários do Estado de São Paulo e presidente da União Geral dos Trabalhadores do Estado de São Paulo (UGT-SP). 

Por sua capacidade de liderança e conhecimento profundo do tema, integra a Coordenação Executiva do Fórum da Promoção da Liberdade Sindical da 15ª Região, do Tribunal Regional do Trabalho de Campinas.
Nomeado pelo governador, é titular do Conselho Estadual do Trabalho, Emprego e Renda do Estado de São Paulo CETER-SP.

LEIA TAMBÉM