Bom dia! Sexta, 14/Jun./2024

Em reviravolta inesperada, Marcos Gasparetto (PSD) é eleito presidente da Câmara Municipal de Tupã

Quarta, 14 de Dez. de 2022
Fonte: Redação e Fotos: Mais Tupã!

Contrariando todas as previsões e negociações, a Câmara Municipal foi palco, nesta terça-feira, de uma articulação política com enredo de filme de Hollywood. O autor principal: Marcos Rogério Gasparetto (PSD). 

Responsável pelo rompimento do bloco de base do governo em junho de 2022, Gasparetto levou com ele, Cristina Vicente (PCdoB), Paulo da Farmácia (PSD), Ninha Fresneda (PSD), Du Serv Festa (PODEMOS), formando então seu próprio bloco. Para levar com ele os 4 vereadores da base do prefeito, Gasparetto fez um compromisso: eleger Ninha presidente da Câmara, com 5 mandatos, Ninha tinha como “desejo” o status de presidente. 

E assim foi feito. O “Bloco dos Cinco” tomou forma e posicionamento,  chegando em alguns momentos fazer oposição ao governo no qual foram, em sua maioria, eleitos juntos. 

Mas, a desconfiança ou “precaução” pairava no novo bloco. Nos bastidores, era ventilado que não existia confiança entre eles, e que, um pacto foi colocado no papel, assinado e registrado em cartório com o compromisso de todos depositarem os votos no Vereador Ninha Fresneda, e o próprio confirmou ontem em sua fala, após perder a presidência, veja vídeo abaixo.

O empenho do “Grupo dos Cinco” foi aumentando, e em outubro de 2022, o “Bloco dos Cinco” virou “Bloco dos Oito”, agregando os vereadores Ribeirão (PP), Claudinha do Povo (PP) e Paulo Henrique Andrade (PSDB). A questão permaneceu a mesma e mais assinaturas foram incluídas no acordo de “Ninha Presidente”. 

Com 8 votos, o bloco elegeria o Presidente, Primeiro e Segundo Secretário, indicaria o Coordenador da TV Câmara, o Assessor Jurídico e de Comunicação. 

Até às 19h desta terça-feira, era tido como certa e garantida a eleição de Ninha que dividiria a mesa da Câmara com Paulo da Farmácia e Du do Serva Festa.

Porém, às 20h horas, tudo mudou. Ao começar a votação, o primeiro voto, do vereador Alexandre Scombatti, em Marcos Gasparetto surpreendeu à todos e assim foi, seguido por Pastor Eliézer (PSDB), Brito da Saúde (PV), Israel “Tutu” (PSD), Eduardo “Shigueru” (PSD) e Lucas Hatano (PSD), ou seja, o bloco lá em junho desfeito pelo próprio Gasparetto, ressurgiu e elegeu-o presidente, bem como escolheu o 1º e 2º secretário, Cristina Vicente (PCdoB) e pastor Eliezer (PSDB), respectivamente. 

O “quase” eleito presidente Ninha Fresneda (PSD), não disfarçou sua decepção e revolta "O Marcos sempre disse que eu era o presidente, faz um ano que vínhamos conversando, tínhamos um grupo de oito. Fizemos uma carta, ele assinou a carta que iria votar em mim. Agora ele 'roeu a corda' (sic). Ele mesmo disse que quem traísse, seria o 'Judas Iscariotes'. Então, Marcos Gasparetto, a partir de hoje, é o Judas Iscariotes. Essa marca ele vai carregar para o resto da vida".

A Câmara Municipal entra em recesso e as sessões retornam apenas dia 06 de fevereiro de 2023. A nova mesa assume dia 01 de janeiro de 2023.

LEIA TAMBÉM