Bom dia! Sexta, 14/Jun./2024

STF pode mudar lei e liberar porte de droga de uso pessoal

Quarta, 2 de Ago. de 2023
Fonte: Redação Mais Tupã!

Embora haja essa discussão em questões jurídicas, não se pode esquecer que ainda que se torne “legal” o consumo de drogas, há impactos na saúde e na convivência.

No que tange os impactos a saúde, física e mental estudos de neuroimagem funcional relatam aumento na atividade neural em regiões que podem estar relacionadas com intoxicação por cannabis (maconha) e alteração do humor (lobos frontais mesial e orbital) e redução na atividade de regiões relacionadas com funções cognitivas prejudicadas durante a intoxicação aguda, segundo os pesquisadores José Alexandre S. Crippa e Rodrigo A. Bressan, bolsistas da CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.

E no que tange o uso de cocaína os danos podem ser ainda maiores, o abuso de cocaína e crack está associado com importante parcela dos acidentes vasculares cerebrais, especialmente em pacientes jovens. O presente estudo relata o caso de um usuário de cocaína e crack que desenvolveu vasculite do sistema nervoso central, resultando em infartos cerebrais e edema extensos, levando à demência com alterações comportamentais e convulsões, como relata o artigo publicado pelo pesquisador Fernando Madalena Volpe, da Universidade Federal de Minas Gerais.

Deste modo vemos que há muito mais do que decisões jurídicas por trás deste julgamento, mas sim algo que pode impactar severamente os sistemas de saúde pública e também as relações de convívio interpessoais e a convivência em comunidade.

LEIA TAMBÉM