Bom dia! Segunda, 22/Abr./2024

Menino de dois anos morre após ser picado por cascavel, em Panorama

Segunda, 20 de Nov. de 2023
Fonte: G1

Um menino, de apenas dois anos, identificado como Gael Henry Jesus Ribeiro, morreu após ser picado por uma cascavel (Caudisona durissa), na noite deste sábado (18), em Panorama (SP).

A família da criança estava acampada na região do Córrego dos Macacos, em um local conhecido como Angico, na zona rural da cidade, onde foi pescar.

Em determinado momento, o menino se deslocou até outro ponto junto a um dos irmãos, que teria ido urinar, quando foi atacado na panturrilha pela cobra, segundo a Polícia Civil.

No mesmo instante, o pai matou a serpente e a levou, junto com a criança, para o Pronto Atendimento Municipal (PAM), a fim de que os profissionais identificassem a espécie e ministrassem o soro anticrotálico, no entanto, por haver um guizo na ponta do rabo do animal, já imaginou se tratar de uma cascavel.

A vítima deu entrada na unidade de saúde por volta das 19h e foi atendida por um médico. Na ocasião, ele ministrou um soro para hidratação e antibióticos na criança, que também foi submetida a exames, ainda de acordo com a Polícia Civil.

Entretanto, apenas na manhã deste domingo (19), por volta das 7h40, é que o soro anticrotálico para o veneno foi aplicado em Gael, cerca de 12 horas após o acidente.

Em seguida, ele foi transferido para o Hospital Regional (HR), em Presidente Prudente (SP), onde deu entrada às 11h58, porém, como estava “bastante debilitado”, não resistiu e morreu às 13h02, conforme a polícia.

 

Outro lado

 

A Secretária de Saúde de Panorama, Vanessa Steluti, disse que Gael Henry Jesus Ribeiro chegou no Pronto Atendimento Municipal e, “de imediato, o médico plantonista ligou para o Instituto Butantan e seguiu todo o protocolo”.

“A criança não apresentava sintomas e, por instrução do Butantan, não foi aplicado o soro de imediato. Porque o soro, se administrado de forma desnecessária, pode causar danos ao paciente, como um choque anafilático, por exemplo”, ressaltou.

 

À reportagem, ela ainda informou que quando a criança apresentou o primeiro sintoma, o doutor “entrou com o soro”.

“Pedimos a vaga para Presidente Prudente dar continuidade e a criança chegou estável [no Hospital Regional]. Agora, eu estou aguardando para saber o que aconteceu com essa criança dentro do hospital, em Prudente”, finalizou.

A reportagem também pediu um posicionamento oficial do Hospital Regional sobre o ocorrido, porém, até a última atualização desta reportagem, não obteve resposta.

O velório de Gael Ribeiro teve início às 8h desta segunda-feira (20), no Velório Municipal de Panorama. Já o sepultamento está marcado para as 16h, no cemitério local.
 

LEIA TAMBÉM