Boa tarde! Segunda, 27/Mai./2024

Pastor ataca imagem de Nossa Senhora Aparecida durante culto em Bastos

Terça, 3 de Out. de 2023
Fonte: G1

Um pastor evangélico foi muito infeliz ao atacar uma escultura de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, colocada na entrada da cidade de Bastos.

Os ataques de intolerância religiosa ocorreram durante um culto na Igreja Vida Nova e foram transmitidos em uma live no último domingo (1º).

No vídeo, o pastor Sérgio Fernandes critica a prefeitura da cidade por ter colocado uma imagem de Nossa Senhora Aparecida e afirma que ela não representa o município. 

"Aquela imagem não nos representa. Não tem nada a ver com a gente. Eu estou indignado. Estou conversando com pastores, com pessoas, porque eu estou indignado em usar o dinheiro público para fazer aquilo que fizeram", afirma.

Na sequência, o religioso continua com a crítica afirmando que outros símbolos poderiam representar a cidade, que é reconhecida como a "Capital do Ovo" e tem forte influência da imigração japonesa.

"Quando a pessoa entra em Bastos, e olha lá a bandeira do Brasil, a bandeira do Japão, o obelisco(...) beleza, é cultura japonesa. Parabéns, nos representa."

Neste momento, o pastor evangélico passa a atacar a imagem da santa, chegando a chamá-la de "satanás fantasiado de azul".

 

"Põe ovo, põe galinha, põe o que quiser, mas não vem pôr o Satanás fantasiado de azul na entrada da cidade", diz o pastor.

 

Ainda no vídeo, o pastor Sérgio Fernandes diz que não irá aceitar a permanência da imagem de Nossa Senhora no local. “[Ela] só traz maldição para a nossa cidade. Aquilo lá é ponto de contato com o inferno(…) Todo espírito de idolatria não vai ficar aqui, eu não aceito”, finaliza.

O reportagem entrou em contato com o pastor, que afirmou que irá se manifestar "em momento oportuno".

O que diz a Prefeitura de Bastos?

Em nota, a prefeitura de Bastos afirma que "entende que todas as religiões devem ser respeitadas" e, "pensando em criar um espaço harmônico entre evangélicos e católicos", instalou na entrada da cidade uma estátua em homenagem à Nossa Senhora Aparecida e outra em homenagem à Bíblia, que representaria a comunidade evangélica.

"O local passaria a ser um ponto para ambas as religiões poderem usufruir", diz o comunicado. Os projetos ainda não foram concluídos, mas as esculturas já estão à mostra para o público.

Ainda no comunicado, a Prefeitura afirma "repudiar todo e qualquer tipo de intolerância religiosa".
 

LEIA TAMBÉM