Boa noite! Terça, 23/Abr./2024

Pacientes tem que ir "pegar" ambulância no ponto, enquanto van da saúde é usada indevidamente por motorista

Segunda, 8 de Jan. de 2024
Fonte: Redação Mais Tupã!

Uma munícipe procurou o Portal Mais Tupã! indignada com a situação que foi flagrada pelo seu marido no último sábado, por volta das 11h30. Nas imagens encaminhadas à redação é possível ver uma van do transporte da Secretaria da Saúde de Tupã sendo utilizada aparentemente para fazer uma entrega num beneficiamento de amendoim.

Ao Portal, a mulher, mãe de um bebê que precisa utilizar o transporte para levar seu filho fazer tratamento em outra cidade, relatou que, sua indignação maior é pelo fato de que, os que precisam de transporte para tratamento médico fornecido pela Prefeitura de Tupã tem que ir até o ponto, esperar pelo transporte às 04:30 da manhã. 

Naturalmente pessoas que precisam ir fazer tratamento de saúde em outras cidade estão fragilizadas, e a exposição as intempéries climáticas pode agravar os quadros de saúde. 

Como se não bastasse o mau uso do veículo da Prefeitura de Tupã, em um sábado, esse veículo é o mesmo que foi utilizado pelo motorista em janeiro de 2023 para ir até uma empresa de benefício de amendoim na cidade de Quintana, onde ele deixa a van e ia trabalhar como motorista de caminhão, o que levanta a suspeita de que possa ser o mesmo motorista.

Já passado quase um ano da primeira denúncia, aparentemente o motorista não deve ter tido nenhum tipo de punição e o mau uso dos recursos públicos continua acontecendo. 

Em nota a Prefeitura de Tupã afirmou que um processo administrativo disciplinar foi aberto, mas ainda não foi finalizado, reforçando a falta de punição ao motorista. 

Leia a nota da Prefeitura na íntegra:


A Prefeitura da Estância Turística de Tupã, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, informa que irá apurar os fatos envolvendo o veículo mencionado na reportagem e tomará as medidas cabíveis.
Quanto ao episódio envolvendo esse mesmo veículo no ano passado, a Prefeitura informa que foi instaurado o processo administrativo disciplinar que está em andamento perante a Comissão Permanente Processante e todos os fatos correlacionados estão sendo devidamente apurados. 
Atualmente, o município possui 10 ambulâncias para o transporte de pacientes, sendo que esses veículos possuem monitoramento e essa tecnologia ajudará esclarecer o episódio. 
Em relação ao transporte de pacientes, a Secretaria de Saúde esclarece que apenas os pacientes que se utilizam do transporte de Van para a Marília precisam ir até o ponto mais próximo de sua casa. Devido à grande demanda de pacientes, esse procedimento é uma prática utilizada há anos.
É importante esclarecer que, no ato do agendamento do transporte, os familiares são questionados sobre as condições do paciente e diante dessas informações o atendente define o tipo de veículo que a pessoa necessita e qual será a forma de embarque, na casa do paciente ou no ponto mais próximo de sua residência. A família é informada no ato do agendamento.
Casos em que a família relata que o paciente não tem condições de se locomover até o ponto, o Setor de Transporte da Secretaria Municipal de Saúde vai até a casa do solicitante.

Vamos continuar acompanhando os casos.

LEIA TAMBÉM