Boa noite! Quarta, 29/Mai./2024

Instituto Federal de Tupã adere a greve de servidores públicos federais

Quinta, 11 de Abr. de 2024
Fonte: Jornal Diário de Tupã

Servidores do câmpus de Tupã do IFSP (Instituto Federal São Paulo) entram em greve a partir de hoje, quarta-feira, dia 10, em busca de reajustes salariais não concedidos nos últimos anos. 
A greve nacional, que acontece por tempo indeterminado, já ocorre em 436 unidades de ensino em 23 estados do País. 
O câmpus de Tupã se une a pelo menos outros 22 campi do Estado de São Paulo, que também iniciaram o movimento grevista. 

IFSP
O diretor do Câmpus de Tupã, professor Marcos Leite, disse que a instituição garantirá "o direito da manifestação na forma de greve, bem como o direito de quem queira trabalhar". 
O Sinasefe SP (Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica) firmou um acordo de atividades essenciais com o câmpus de Tupã para garantir a folha de pagamento e lançamentos com impacto financeiro, contratação de substitutos, nomeações, atividades de pagamentos em geral, fiscalizações de contrato e licitações em andamento, manutenção, recebimento, entrada e cadastro de materiais, publicações relacionadas às atividades essenciais, pagamento das bolsas em andamento, pesquisa, ensino e extensão e Programa de Auxílio Permanência, estágios e questões relacionadas ao seguro dos estudantes;  infraestrutura de internet, processamento de dados ligados a serviços essenciais, telecomunicações e atendimento parcial à comunidade. 
Os demais casos deverão ser encaminhados para apreciação do comando de greve.

Greve 
A Sinasefe SP informou, por meio de nota, que após deliberação em assembleia ocorrida no dia 3 de abril, os servidores do câmpus de Tupã decidiram entrar em greve. "O período estipulado para o movimento de greve terá início no dia dez de abril (hoje) com previsão de realização de nova assembleia no dia dezessete de abril para avaliação do movimento", disse. "Ressaltamos a massiva participação dos servidores do câmpus de Tupã na assembleia do dia 3 de abril, bem como na votação que decidiu pela adesão à greve", acrescentou. 
Vale lembrar que o movimento grevista do IFSP segue ganhando adesões. Em Jacareí, Campinas, Sertãozinho, Pirituba, Avaré, Cubatão, São José dos Campos, São Miguel Paulista, Matão, Itaquaquecetuba, Araraquara, São Paulo, Sorocaba, Capivari, Bragança Paulista, São Roque, Itapetininga, Registro, Salto, Tupã, Piracicaba, Guarulhos e Jundiaí os campi do IFSP já deflagraram greve.

LEIA TAMBÉM