Boa tarde! Domingo, 28/Mai./2023

Caso de raiva bovina é confirmado na zona rural de Varpa

Quinta, 25 de Mai. de 2023
Fonte: Redação e Fotos: Mais Tupã!

A Prefeitura de Tupã foi notificada há pelo menos 10 dias da confirmação de um caso de raiva bovina em uma propriedade rural no Distrito de Varpa. 

Informações obtidas pelo Portal Mais Tupã! dão conta que além deste caso confirmado há mais 6 óbitos de animais de grande porte sob suspeita, mas que infelizmente não poderão ser investigados pois os restos mortais dos animais já foram descartados. 

Ainda segundo informações já foi realizada uma reunião no Distrito de Varpa para tratar do caso com produtores rurais e outros encontros devem ocorrer nos próximos dias. 

A raiva em bovinos e equinos causa sintomas neurológicos graves, como agressividade, convulsões, paralisia e morte. Além disso, a raiva apresenta riscos para os seres humanos, pois é uma doença viral transmitida por meio da saliva de animais infectados, podendo levar à morte se não tratada adequadamente.

A identificação, notificação e ações em relação a raiva em animais de grande porte é dever do Governo do Estado. Segundo informações extraoficiais uma morte de um cervo foi identificada como suspeita há cerca de 6 meses em uma área de vegetação entre o Distrito de Varpa e o município de Quintana. 

A principal suspeita é que morcegos contaminados tenham infectado o bovino que teve sua morte confirmada pela raiva. 

Os proprietários rurais que perceberem suspeita da doença em animais, e/ou tenham informações de locais com morcegos podem entrar em contato com o Escritório de Defesa Agropecuária de Tupã pelo telefone: (14) 3496-7281. 

O que diz a Prefeitura Municipal 

A Prefeitura de Tupã informa ter sido notificada pelo Escritório de Defesa Agropecuária (EDA) sobre a confirmação de um caso de raiva e óbito bovino no município. 

É importante ressaltar que o monitoramento de casos de raiva em rebanhos é de competência do governo do estado de São Paulo, por meio do Programa Estadual de Controle de Raiva em Herbívoros (PECRH).

Já a Secretaria Municipal de Saúde realiza sistematicamente o trabalho de prevenção, diagnóstico e acompanhamento dessa zoonose em cães e gatos. No entanto, com a confirmação do caso de raiva bovina, a Prefeitura de Tupã irá intensificar as ações de vacinação em todo o município, incluindo distritos e zona rural.
Para evitar ocorrências semelhantes, os criadores de bovinos e equinos devem observar animais com sintomas como andar cambaleante, salivação, desorientação, dificuldade para se levantar ou manter-se de pé, além de apresentar movimentos de pedalagem, e alterações de comportamento, como andar em círculos.

Os criadores também devem monitorar os óbitos e sinais de ataque de morcegos no rebanho. Nesses casos, o Escritório de Defesa Agropecuária (EDA) deve ser imediatamente comunicado. 

LEIA TAMBÉM